Como focar nossas ações para a conversão

 

Integrated marketing cropped

Qualquer estratégia de marketing voltada para o ambiente digital deve se concentrar em gerar algum tipo de conversão, desde a própria web, até ações específicas.

 

Mas como direciono minhas ações para a conversão?

 

Bem,de acordo com a  Builderall, tendo claro os seguintes aspectos que você deve integrar se ou em sua estratégia, no seu site e em todas as suas ações:

 

- Objetivo final de alcançar com a ação, que não precisa necessariamente ser o fator de conversão final.

 

Um exemplo para esclarecer: "... se minha ação de marketing on-line pretende vender cerca de 500 ingressos para o Museu, o indicador de conversão ou conversão também pode ser o download do Boucher ou o bônus do pouso a serem validados nas bilheterias e faça o pagamento ou a compra direta dos ingressos no meu gateway de pagamento ... "

 

- Estabelecimento de indicadores de conversão: todas as ações de marketing on-line envolvem interação, portanto, devemos definir o que será a conversão, ou seja, a ação que queremos que o usuário execute: de deixar os dados de contato, compartilhar um conteúdo, fazer uma venda, ou o total de aberturas de um e-mail ...

 

- Medição e monitoramento: básico no marketing digital, medindo os resultados finais do objetivo marcado e os indicadores de conversão projetados; para poder avaliar, avaliar e tirar conclusões.

 

Mas não ficamos na mera análise numérica, uma vez que a ação está concluída, se, por exemplo, a ação de aquisição online gerasse 500 leads comerciais, devemos saber quantos potenciais clientes (das 500 iniciais) acabaram por ser clientes ao fazer a compra final do produto e / ou serviço.

 

- Otimização de resultados: com os resultados e análises obtidos, otimizaremos futuras campanhas, melhorando e minimizando erros e aumentando a taxa de conversão futura.

 

Não se esqueça de que, no ambiente digital, devemos buscar permanentemente uma melhoria contínua, neste caso, a otimização de ações, o site, as redes sociais ...

 

Se quisermos orientar o marketing digital para a conversão, todas as ações de marketing que geramos e desenvolvemos no mundo digital devem incorporar, SI ou SIM, esses quatro pilares.

 

Suas ações estão realmente concentradas na conversão?

 

Ferramentas para conversão

Há uma infinidade de ferramentas que nos ajudarão a usá-lo na rede que procura procurar informações, produtos e serviços, realizar as ações que já criamos para eles.

 

Obviamente, é fundamental alcançar a conversão, que conhecemos o potencial público-alvo, fazemos uma segmentação correta e atacamos o alvo correto.

 

Outro aspecto do senso comum, que às vezes esquecemos, é que, para a conversão para o trabalho, precisamos gerar tráfego para o site, aterrando ... porque, sem tráfego, as taxas de conversão serão muito baixas.

 

Ferramentas que nos ajudarão a orientar nossas ações para a conversão:

 

- Formulários: uso padronizado colete informações importantes do cliente potencial para incorporá-lo no banco de dados, envie um teste do produto ...

 

- Assinaturas: coleta de dados para que o usuário receba informações em casa da empresa, da newsletter, relatórios, propostas comerciais ...

 

- Download de conteúdo: a partir da coleção de dados é possível baixar informações relevantes de interesse para o usuário: memórias, estudos de mercado, e-books, guias ...

 

- Cupom ou Boucher: é uma alternativa à compra direta on-line, onde, a partir de uma coleta de dados, é possível ao usuário baixar um cupom com alguns benefícios que podem ou não ser trocados.

 

- Número de seguidores: outra ferramenta para conversão pode ser a geração de novos seguidores, seguidores ou fãs através de ações online, como campanhas de anúncios do Facebook ou Twitter ...

 

- Registro: para seminários gratuitos ou cursos, webinars, ou para ser membro de fóruns e comunidades de interesse.

 

- Venda final: esta seria a conversão final, a compra ou aquisição do produto / serviço.

Outros conceitos importantes: funil de taxa e conversão

É evidente que a conversão está intimamente ligada à análise digital, uma vez que estabelecer uma conversão sem poder medir os resultados não tem sentido.

 

Portanto, uma vez que a conversão ou ação que o usuário vai desenvolver é estabelecida, devemos estabelecer quais os indicadores de conversão que vamos usar.

 

Nesse sentido, devemos ter dois conceitos fundamentais claros:

 

1.- Taxa de conversão: seria o número de conversões (as ações que queremos que o usuário execute), dividido pelo número de visitas em um determinado período de tempo.

 

Exemplo de taxas de conversão:

 

- Número total de cliques gerados versus visitas totais.

 

- Número total de cliques no botão de compra do bilhete versus número de clique total da página de destino.

 

- Número total de ingressos vendidos versus número total de visitas ao pouso ... Existem infinitas possibilidades, tantas variáveis quanto podemos estabelecer e inter-relacionar.